Ads 468x60px

.

Nossa ONG – vamos começar?

Começamos com o blog e algumas enquetes foram postadas. Em linhas gerais o resultado é um público estudado, a grande maioria com nível superior, constituído por adultos jovens embora com pessoas de todas as faixas etárias adultas, que na sua maior parte descobriu há pouco tempo o masculinismo.

Por fim, foi inserida uma enquete decorrente da sugestão de um leitor do blog, a pergunta é sobre o interesse em fundar e manter uma ONG masculinista. A redação desta pergunta, com o detalhamento do interesse foi nosso (MDI). O resultado demonstrou que muitos estão dispostos a se empenhar a favor dessa iniciativa.
Como foi fruto de sugestão, nada mais natural que buscar novos estímulos com quem fez a sugestão inicial. Como decorrência de alguns e-mails trocados, entendo que já temos um projeto de instituir uma ONG masculinista. A ideia ainda vai ser debatida mais um pouco nos bastidores, agora ampliando o leque de participantes. O nome já foi escolhido, é uma verdadeira fachada que reluz e auto-esclarece, mas evidentemente terá de ser ratificado.
Espero, francamente, até o final do mês de julho próximo trazer o anúncio das linhas gerais. Mas já posso adiantar que há o interesse de captar ativistas e mantenedores pela internet. A participação maciça será extremamente decisiva para o sucesso ocorrer, pois dela virá a força. Espero francamente que em algum tempo (sejam meses ou anos, seja quantos forem), estejamos com a ONG na mídia e quem sabe reconhecidos por toda sociedade.
Pela minha proposta, os objetivos, em linhas gerais, incluirão a difusão do masculinismo politizado e das condutas positivas masculinas nos mais variados campos da vida, denúncias de discriminações ou dificuldades sofridas pelo gênero masculino, protestos civilizados contra unilateralidades, postulações por leis justas e que atendam às necessidades peculiares masculinas, sempre perfilhando uma linha organizada e totalmente pacífica.
Talvez, seja só um sonho na atualidade, mas num passado ainda próximo nem mesmo sonhava, num futuro breve acredito seja uma realidade. Sonhe conosco, pois são os sonhos que movem nossas expectativas em direção à realidade e são eles que nos fazem vencer. Some sua força a essa iniciativa, se prepare, inclusive interiormente para empenhar seu melhor. Meu desejo na verdade não é uma mera ONG, mas uma forte e acelerada crescente ONG. Isso só será realidade se cada leitor se unir, ajudar com garra e persistência e também angariar mais um, dois, três ou mais amigos para esse ativismo politizado.
Invista em nós (todos). Invista no futuro do homem. Invista na dignidade masculina. Invista tempo, atenção, dedicação e até um pouco de recurso. Teremos gastos, queremos investir, temos pressa e precisamos crescer acelerados. Não se trata de mera faculdade que temos, mas da necessidade de agirmos para termos um futuro melhor e sermos mais respeitados, inclusive pela legislação que precisa contemplar de frente as necessidades masculinas e cessar seu esquecimento de atender aos anseios específicos do homem.
Não sou conformista ao ver uma possível pílula anticoncepcional masculina de sucesso e barata totalmente desprezada e esquecida aguardando autorização governamental para fabricação que nunca ocorre.
Não sou conformista a ponto de aceitar a falta de estatísticas oficiais que deveriam ser colhidas com empenho visando detectar a violência doméstica suportada também pelo homem ou mesmo a ausência de campanhas que incentivem o homem a denunciar tal violência.
Não sou conformista em me calar como se fosse aceitável toda espécie de violência contra o homem ou tantos acidentes de trabalho, inclusive com mortes, sem uma política especial.
Não sou conformista em ver a história ser escrita sem a minha participação.
Bem disse Montesquieu: A injustiça que se faz a um, é uma ameaça que se faz a todos.
Convido, peço, insisto, venha conosco. Traga seus conhecimentos. Ajude, some, dê o seu melhor. Façamos acontecer.
MDI – esperança e luta.

5 comentários:

Ulysses disse...

Estamos discutindo exatamente sobre isso aqui no Forum HomensHonrados.com

http://www.homenshonrados.com/forum/viewtopic.php?f=2&t=1477

Aguardamos seu comentário por lá.

Sr. X disse...

Pelo que pude constatar no Google Analytics, a maioria dos masculinistas se encontra em São Paulo e Rio de Janeiro. Caso a ONG inicie suas atividades, acredito que São Paulo seja o lugar mais indicado para iniciar as atividades.

Will R.S (O Batman) disse...

Com certeza, faz tempo que estamos cogitando idéias como essa, pode contar comigo.

Estamos discutindo muito a respeito disto, neste fórum :

http://www.homenshonrados.com/forum/index.php

Seria muito bom que vc participasse !!

Abraço !!

MDI disse...

Olá Ulysses, Sr. X e Will

Os convido a entrar em contato através do nosso msn/e-mail.

Em breve visitarei o fórum.

Vejo São Paulo como o local com maior potencial para atividades de aglutinação de novos ativistas, por contar com população numericamente bem maior.

Mas futura sede de acompanhamento legislativo mostra-se apropriada em Brasília, onde também precisam ocorrer manifestações e mais facilmente se atrai a grande mídia.

Essas ponderações, contudo, são bem preliminares, há muito a ser analisado, depende dos recursos arregimentados e ajustes no rumo no transcorrer serão necessários.

Saudações Masculinistas

Jose Rubens disse...

Parabéns ao MDI pelo ponta-pé inicial de nossa ONG. Ao Ulysses, Sr X e Will parabéns pelo pronto apoio. Acredito que vai marcar a história no masculinismo.É o início de mudança nos rumos dos direitos masculinistas. Estando juridicamente constituido o masculinismo irá ter vez e voz e vamos ter um órgão que irá nos representar onde quer que seja para defender os direitos do homem.
A ONG será forte, representativa e respeitada em função do numero de participantes. Conte comigo.

Postar um comentário